Posts tagged ‘Tecnologia’

maio 9, 2011

Sibutramina, ai vou eu!

O resumo da história é que a dieta e exercícios não estavam funcionando (e fui honesta ao dizer que não estava fazendo nenhum dos dois da melhor forma. Menos exercício do que eu queria e a alimentação sem muitas melhoras naquilo que a nutri pediu, só algumas).

E ai que minha endócrino me mandou tomar Sibutramina. É isso ai. SIBUTRAMINA.

E falar este nome trouxe as mais diversas reações das pessoas. Gente que achou que eu ia comprar no mercado negro, gente que falou que era perigoso e que eu ia ter um ataque psicótico, gente que pediu o telefone da médica.

Sim, é radical tomar um remédio para obter resultados que, por mais que o programa não seja para isso, para mim são meramente estéticos. Não é um remédio comum como uma Novalgina, com efeitos colaterais simples e distantes. Eu poderia Me esforçar um pouco mais e tentar melhorar na academia, pelo menos um pouco. Mas não vou.

Sim, eu penso na estética. Mas querendo ou não, a perda de peso me ajuda com outras coisas também, como poder diminuir a dosagem altíssima do meu remédio da tireóide. Alem disso, a sibutramina ainda exige que eu cuide da minha alimentação, e que eu faça exercícios. Só assim vou conseguir perder peso de forma saudável e vou conseguir manter o peso perdido quando parar de tomar. E outra, vou ter uma médica me acompanhando, para quem posso recorrer ao menor sinal de problemas ou mal estar. E eu sei que como compulsivamente, e o remédio não vai só ajudar a perder peso, mas vai fazer isso mexendo com a minha cabeça.

Enfim, o remédio chega quarta-feira. Mal posso esperar!

Anúncios
abril 26, 2011

Efeito Placebo ou não, here we go!

Comprei uma Power Balance. Aliás, faz tempo que quero comprar.

Já sei, já sei, vão começar a falar que isso é tudo mentira, que não funciona, que o Fantástico fez matéria falando que é bobagem, que o fabricante falou que é mentira… Blá.

Primeiro, o Fantástico falou que não podia provar se funciona ou não. Isso não é dizer que não funciona.

Segundo que a história do fabricante falar que é tudo mentira é muito mal contada. O importador/representante australiano da PB teve que colocar uma notificação de que a pulseira não tem nenhum comprovante científico de eficácia – e isso não tem mesmo – por conta das leis do país. Ou seja, naquele país, o representante disse que, cientificamente, a pulseira não tem fundamentos para comprovar que funciona, e isso para mim é completamente diferente do que toda a mídia fez parecer.

E outra, e aqui sendo um pouco mais agressiva. A ciência não comprova plenamente o Big Bang – está avançando, mas ainda não sabe explicar tudo que ocorreu ou ao menos ainda não conseguiu comprovar o processo todo – mas nós aceitamos essa explicação (nem entro no mérito criacionista, que me desculpem os cristãos. Acho isso milhares de vezes mais absurdo).

A ciência também não comprova o horóscopo que você lê todo dia, o mapa astral que te traçaram, nem a numerologia, nem nada disso. Mas estamos aí, definindo pessoas através de seus signos, ascendentes, luas e afins.

Se posso acreditar em vidas passadas, força do pensamento, aura, deuses, energias, porque não posso acreditar que uma pulseira e um holograma podem ajudar a equilibrar o corpo e trazer benefícios para ele?

Sei que comprei a pulseira e estou usando. Quero ir logo correr no Ibira, malhar, fazer alguma coisa para ver qualé que é, se é que é.

Na pior das hipóteses, estou de mente aberta para o efeito Placebo da pulseirinha.

abril 1, 2011

Incentivos Tecnológicos

As vezes, a gente até tem vontade, mas a preguiça quase sempre vence.
Entrar na academia, fazer dieta, fazer exercícios, yoga, qualquer coisa… É mesmo muito dificil ter disciplina para manter essas rotinas por muito tempo.
Mas hoje, podemos contar com a tecnologia para ajudar a dar um gás.

Hoje, quero falar de um aplicativo (tem a versão Aparelho Completo também, como na imagem acima) que me ajudou a tomar gosto pela corrida, e me incentiva muito até agora.

Se você tem Ipod ou Iphone, pode procurar na Apple Store um app gratuito chamado MiCoach.

No site do MiCoach você faz um cadastro rápido e pronto.

O aplicativo tem vários features interessantes, desde os básicos como contar o tempo e a distância corrida, velocidade, estimar calorias queimadas… até mesmo traçar planos de treinos para objetivos diferentes (como perder peso, ganhar resistência, aumentar a velocidade para outros esportes, etc) e acompanhar seu desempenho durante o treino.

É muito simples. Você primeiro precisa dizer para o aplicativo quais são seus limites, e você faz isso através de uma avaliação de 12 minutos – ele pede para você caminhar, depois aumentar a velocidade gradativamente em uma escala de 1 a 10. Com o GPS, ele consegue tirar a velocidade média de cada “zona” de corrida.

Assim, quando você faz o treino que ele passa, ele te pede para ir de uma zona para a outra, se manter por determinado tempo em uma zona específica, etc. E ele vai te falando quando atingiu, quando ultrapassou, etc. E também vai avisando sua quilometragem, tempo, velocidade média e por ai vai. Isso faz muita diferença.

Por exemplo, eu costumava caminhar meia hora e achar que tinha andado pouco. Hoje sei que faço uma média de 1 km a cada 10 minutos, ou seja, 6 km por hora. E a cada treino, tento passar mais tempo na zona verde, de trote leve, para conseguir diminuir meus tempos. E como estou cumprindo um treino, sei que não estou forçando a barra.

Além disso, e a melhor parte, quando você sincroniza o aparelho com o site, ele monta um histórico de exercícios, rotas, resultados e os compara. E você pode dividir com os amigos seu treino no Facebook, por exemplo – e ver como as pessoas sempre curtem e incentivam você a continuar.

Claro, o app não monitora fielmente queima de calorias, distância, etc. Ele estima tudo isso. Mas é uma bela ajuda para você conseguir materializar o que você está fazendo, ver resultados palpáveis do seu esforço.

E se quiser, pode comprar o aparelho completo, com frequencímetro, pacer, etc. Não, não é barato, por isso indico começar com o app para tomar gosto pela coisa a ponto de desembolsar cerca de R$ 600,00 no brinquedinho.

E ai, vamos correr?

Se quiser ver como fica, aqui tem meu último treino.

%d blogueiros gostam disto: