Arquivo do Autor

junho 8, 2011

Circuito Wrun 2011

Olá! Primeiro depois de tanto tempo sumida daqui, PARABÉNS PRA FER pela conquista!! Vamo que vamo rs!!

Bom, eu ao contrário estou aqui lutando contra os 5kg que engordei. Deu uma estabilizada agora que estou comendo um pouco melhor. Voltei a cuidar da alimentação, voltei a anotar e hoje vou levar lanchinho pro trabalho.

A ansiedade e a tristeza estão melhores, o que faz com que a alimentação já melhore bastante. Estou investindo nos exercícios, na corrida e acho que finalmente encontrei um exercício do qual eu gosto. E falando em corrida, este domingo teve o Circuito Wrun. Corrida só para mulheres em cima da Ponte estaiada, às 7 da manhã. Estava muuuito frio , mas foi super gostoso. Eu tropecei em uma Tartaruga da Marginal, ralou bastante e atrapalhou bastante o desempenho no resto da prova. Mas, mesmo assim , diminuí o passo e completei a prova de 4km em 30 minutos.

Ah, outra parte ótima, a Débora, minha amiga antiga, lá da infância, e a irmã dela correram com a gente.  Fazia pelo menos uns 6 anos que eu não as via. Muito gostoso o reencontro :).

Estou muito animada para baixar o tempo e  já comecei hoje a treinar. A meta nova é conseguir correr 30 minutos sem parar e estou seguindo uma planilha da Wrun pra iniciantes. Mas esse frio me mata , a fibromialgia (uma hora eu explico isso aqui no blog) piora bastante e eu sinto muito mais dores do que o normal, com ou sem esforço. Se eu não tomar cuidado, isso me desanima demais. Bom, sexta tem mais corrida e eu vou dobrar o alongamento pra ver se combato o frio e as dores.

Beijoos

Ju Bittar

Anúncios
maio 21, 2011

Surpresas…!

Nestes últimos dias de sumida do blog, além de estar me concentrando na dissertação (que está na reta final! uhu!), eu havia decidido parar com a paranóia em relação ao peso, parar de me pesar mas continuar cuidando da alimentação (diminuindo chocolate e comendo o que eu achava que era saudável). Como eu estava superconcentrada na dissertação ( e também fez frio) , eu parei com a corrida e caminhada.

Resultado:

Quase duas semanas em que só saio de casa pra trabalhar ou quando a Gê chega de Campinas.  Não, isso não está certo, ficar sentada só engorda e me isolar do resto do mundo também.

Estava me orientando pelas calças, que comprei novas e comprei número 40, com alguma folga. Ok, parecia estar tudo ok e eu até estava louca pra me pesar porque estava me achando mais magra. O chocolate, embora eu nãpo tenha anotado, também diminuiu a super vontade e a quantidade também.

Eis que hoje acordei, resolvi me pesar e: 64,5.  Me assustou demais este número, porque não pesava isso há 3 anos. Isso é triste mas é compreensível visto que a alimentação ainda inclina para a gula por doces e  a atividade física diminuiu. Equação facinha que eu quase esqueci. Esqueci também que é ilusão achar que eu vou poder comer igual aos outros. Não vou. Sempre vou ter que vigiar minha alimentação, porque meu corpo sempre vai tentar voltar para onde sempre esteve. A lição é para voltar a anotar tudo o que como e perseverar mais nos exercícios. Junto com isso, tentar equilibrar a autocobrança que é enorme e quero muito diminuir. O mestrado está indo e acabando e tenho muitos planos que só dependem de mim para serem realizados. Vou fazer tudo o que for possível, mas o que for possível mesmo, sem me cobrar demais. Eu só sei que a estratégia de me distrair do foco no peso, não funcionou tanto assim para mim. Ou não entendi parte disso, que seria colocar outros prazeres no lugar. Em vez disso, coloquei várias obrigações. É , ASSIM NÃO DÁ CERTO MESMO.

Ok, lição aprendida, assim espero! Desejando um fim de semana de coisas prazerosas para todos,

Bjos

Ju Bittar

maio 2, 2011

Causos de uma pseudo corredora.

Hoje durante a minha corrida/caminhada de manhã esbarrei com um tiozinho figura de dread, cabelo grisalho que resolveu ser meu personal trainer. Durante 40 minutos eu escutei gritos incentivadores de “não pára, não” e ” cadê a juventude??? “. Ouvir isso de um senhor de uns 50 e poucos, 60 anos, (será??), bateu uma vergonha súbita, mas eu espero chegar à juventude em algum momento.

No fim do treino o senhor bicho grilo se apresentou, disse que gostou da minha passada, mas pra eu tomar cuidado porque alterno corrida rápida com caminhada rápida e não consigo manter o ritmo.  É verdade, eu simplesmente não sei trotar, dá próxima vez vou tentar.

No fim da caminhada o personal trainer tiozão se despediu e falou, entre outras coisas que não entendi: “Broto, caminha olhando pro horizonte e viaja na maionese, não precisa de droga para viajar, não. Pensa que tem um rio que vai desaguar na sua mente enquanto caminha”.  O tiozinho diz que vai estar lá na praça para me assessorar e o broto aqui tenta continuar sua jornada…

Notícias: menos 600 g essa semana, tentando colocar mais exercícios na vida e levando lanches para o trabalho. Feliz demais!

Bjos

Ju Bittar

maio 2, 2011

Bota pra correr

Nesta minha jornada rumo à uma vida mais saudável e menos sedentária, tenho os meus sponsors e gurus da corrida. Um deles é a Lorena, amiga que apresentou o circuito Vênus, viciada em corrida, corredora dos 600k da Nike. Ok, ela exagera, mas serve de incentivo pra me mexer um pouquinho mais, principalmente para me livrar como ela do stress e pressão do mestrado, que ela também sente na pele.  Um dia desses, recebi uma dica de site muito legal, de um projeto de utilidade pública: “Bota pra correr”.

http://www.botapracorrer.com.br/

O site tem uma série de dicas, manual do iniciante, para sair do sofá direto aos 5km. Você pode até fazer um quiz para descobrir a que perfil de corredor você pertence e ter uma planilha adequada ao objetivo. Útil, motivador e de graça. Obrigada pela dica, Lô!

Beijos,

Ju Bittar

abril 26, 2011

Back on track… Once again.

Faz muito tempo que não escrevo aqui no blog, e os resultados de lá pra cá não são nada animadores. Engordei desde então, minhas roupas pararam de servir e estou a beira de uma síncope nervosa, com medo de engordar mais e sem resolver os problemas de verdade.

Um dia desses ouvi de alguém que eu gosto muito e cuja opinião de fato me importa, algo assim: “talvez você precise parar de exigir tanto do seu corpo e entender que se ele insiste em não ficar com aquele peso que você quer é porque ele precisa ser assim, um pouco como vc sempre foi, gordinha.” Algo como: “você precisa aceitar o seu biotipo, não adianta querer emagrecer 20 kg, pq vc n vai conseguir e se conseguir vai ficar doente”.

Apesar da minha realidade estar longe de emagrecer 20 kg, pois nem 2 eu estou conseguindo, a verdade é que o que me disseram condiz com a realidade das minhas expectativas do que deveria ser minha perda de peso. Mesmo quando consigo emagrecer, 4, 5, kg, continuo não me achando magra e bonita. Resultado? Frustração, compulsão e quilos de volta. Depois dos quilos de volta, infelicidade, sensação de incapacidade, culpa, tristeza. Este tem sido o ciclo da minha vida, faz mal pra mim e faz mal para todos que estão por perto, pq é muito difícil ficar bem com os outros quando não estamos bem com nós mesmas.  

Passei o fim de semana pensando sobre isso. Eu realmente acredito que ser feliz é uma escolha pessoal na maior parte das vezes. Sempre acreditei que emagrecimento depende só da gente. Mas eu sei também que é um aprendizado que tem muito a ver com a imagem que nós temos de nós mesmas. Minha imagem é distorcida demais. É como se eu afirmasse a cada dia que num futuro magro estarei bem e no presente magra ou gorda eu n me sinto bem nunca.

Pensamento de tudo ou nada é o pior que pode acontecer em um processo difícil como o emagrecimento. Ninguém é tão ruim, trapaceador ou tão atleta bom que não coma nada de errado ou não tenha preguiça no feriado. Tudo isso é irracional e irrealista. O resultado é só frustração. Emagrecer é conseguir se lembrar de que não somos perfeitos nunca, é conseguir ter alguma flexibilidade, se perdoar por não alcançar as próprias expectativas. E o mais difícil de tudo: aceitar a si mesmo e se gostar.

Nesta semana decidi recomeçar meu processo de transformação, mas agora uma um pouco mais profunda, diferente de tudo o que eu já fiz. Decidi que preciso retomar as rédeas da minha vida e prestar mais atenção na imagem que eu tenho de mim mesma. Comecei com pequenos passinhos como colocar um espelho de corpo inteiro de novo no quarto e me forçar a olhar pra ele. Tirei algumas fotos, registrei peso e quero olhar td de uma forma mais realista.

O projeto é me olhar com mais carinho para ver se coloco um pouco de carinho no resto das coisas que faço. É lembrar que cartas de recomeço eu já escrevi muitas e vou continuar escrevendo, até conseguir chegar lá, em algum lugar melhor. Enfim, é conseguir voltar aos trilhos sem jogar tudo para o alto, achando que tudo está perdido.

 Fer, não vou te deixar sozinha por aqui, não!

Bjos,

Ju Bittar

PS: Minha alimentação? Está um chocodesastre. Hoje eu trouxe lanchinho pro trabalho, td balanceadinho, é um progresso…

abril 3, 2011

Metas e alguns estímulos

Ontem tive coragem de me pesar. Até me surpreendi já que o estrago está menor do que eu pensava. Estou pesando 62, 6 e minhas calças 38 não entram mais, voltei ao manequim 40 com um pouquinho de folga.

A meta é voltar aos 59, emagracer 3, 600 kg , pouco peso mas eu sei que mesmo pouquinho assim é uma dificuldade e tanto.Já passei quase 1 ano tentando me livrar desse número tão pequeno  que eu recuperei :s. Tudo bem , vou olhar só para a frente de agora em diante.

Vou estabelecer pequenas metas e pequenos presentinhos para me estimular:

1ª meta: Entrar na casa dos 61, prêmio:  61,5 Uma blusa de inverno nova a escolher

61: Manicure, pedicure, depilação

Casa dos 60:  60,5 Sapato Shoestock

60 mais um sapato e calças 38 antigas de volta à essa altura 🙂

Casa dos 59 . 59,5: Uma blusa a escolher

59,0 : Uma calça número 38! 🙂 E alguém aí me prometeu uma sessão de fotos…

Sempre que emagrecer menos de 500g vou me presentear com algum mimo tipo bijuteria, livro, revista.

Se vai sobrar dinheiro para tudo isso ainda não sei rs, mas vai contando como crédito para quando der. Importante é conseguir reconhecer minhas conquistas desta vez. 🙂

Ah, hoje é aniversário do meu irmão. Parabéns, Gu!! Só as coisas boas da vida para vc!

Vendos as nossas fotinhas por aí achei esta, de agosto do ano passado, eu estava na meta dos 59. O cabelo prefiro como está agora, sim, as coisas também melhoram.

Ontem passei o dia na casa dos meus pais. Estava sentindo falta de passar algum tempo com eles. O  mestrado, a distância, meu dia a dia e eu mesma tem me afastado da família e de alguns amigos. Não quero pensar muito nisso agora, mas tudo p que eu quero é conseguir me disciplinar para fazer tudo o que quero fazer, terminar mestrado, emagrecer e ainda encontrar tempo para as pessoas que eu amo.

Isso tudo porque emagrecer definitivamente depende de nós buscarmos em prazer outras coisas que não a comida. Seguindo as dicas da Fer, vou tentar estudar alemão só por hobby nos tempos livres, será que consigo?? Depois eu dou notícias.

Bjos

Ju Bittar

abril 2, 2011

Cardápio de hoje

Não postei o que comi naquele dia, mas estou postando o dia de hoje até agora, nada muito orgulhoso. Mas se estou postando aqui é por que estou vendo que preciso mudar os hábitos, novamente.

A idéia é primeiro conseguir anotar, tornar isso um hábito e fazer ajustes ao longo do tempo. Portanto, não se assustem com as guloseimas no meio do caminho, estou voltando a ficar mais consciente do que eu como e isso ainda vai levar um tempo. Eu estou naquela de conseguir acertar 30% em tempos de crise.

Café: 2 fatias de pão light Nutrella 2pt

queijo minas 2pt

iogurte 1pt   

BrigadeiroS 4pt

Almoço: 1 hamburguer de carne moída, preparado pela Gê 4pt

pão de hamburguer 3pt  batata pré frita assada  20 unidades 3pt

sorvete de abacaxi 1 bola 4pt

1/² pão  1 1/² ponto queijo 2pt café  0 p

Ok, meio do  dia e 23 pt já e sem nada de especial.

Alternativas: Preparar agora gelatina e deixar sempre na geladeira pq a gula por doce é grande

Comprar frutas amanhã

Comprar verduras que estão faltando

Hoje tem panqueca na casa da Lau…lembrar dos pontos quando for saborear a bela culinária de Laurinha e aproveitar a companhia.

Bjos, que o fim de semana seja mais magro para nós!

abril 1, 2011

Cumprindo metas, cumprindo promessas

Correndo com paparazzi

Dá ultima vez que postei no blog (última segunda-feira, por que será?), prometi postar o que como. Pois bem, não cumpri e cá estamos já quase na sexta. Vou continuar com a promessa de anotar tudo o que como a partir de amanhã. Já estou planejando o café da manhã aqui na agendinha.

Mas já que a vida não se trata só de fracassos (ufa!), eu consegui ir correr ontem e caminhar um pouquinho hoje. Ontem foi até divertido, fui correr com paparazzi´.  Minha pseudo companhia de caminhada se estiu toda atlética e levou a câmera brinquedo novo para a caminhada. Resultado: Georgia sentada nos bancos da praça e vários cliques enquanto eu corria.  Hoje eu baixei as fotos para o computador e o resultado foi desconfortável, já vejo a diferença dos últimos 4 kg ganhados.  Nenhuma catástrofe, mas muito visível para mim. Agora, tenho que admitir que me ver correndo depois de 20 e poucos anos de puro sedentarismo dá muito orgulho sim! Agora preciso continuar e fortalecer o hábito.

Outro saldo de hoje: Minha dissertação deu uma andada e destravada, tenho que continuar neste ritmo, me deixa menos ansiosa.

Promessas para amanhã:

 Ter coragem d pesar, tirar medidas, etc e anotar.  Definir metas e presentinhos para ganhar a cada uma.

Andar até o trem amanhã (até antes da ponte, pelo menos) 🙂

Comer pouco na casa da minha mãe e lembrar de aproveitar a companhia e os mimos não alimentícios.

Ps: Nova foto no profile. Para dar um estímulo, estava com 5kg a menos e me sentia tão bem, tão a vontade!É PRA LÁ QUE EU VOU VOLTAR E FICAR!

Tags:
março 28, 2011

Diário alimentar

Bom dia, segunda-feira!

Quando eu e a Fer tivemos a idéia do blog, pensamos em falar sobre os aspectos mais comportamentais que influenciavam toda a dificuldade de emagrecer. Pensamos que deveria ser algo diferente de simples cardápios diários. Sim, o blog vai ser diferente disso, mas hoje peço permissão para postar aqui o que como nesta semana, pois preciso me disciplinar e me sentir dentro de uma programação alimentar digna.

Fazer diário alimentar é uma coisa que me ajuda MUITO sempre que eu faço, acabo me policiando muito mais, pensando antes de por qualquer coisa na boca, planejando as refeições. Pena que eu boicoto muito esta parte do processo. O diário é gostoso de ler depois de algum tempo, dá uma motivação para perceber que o processo de emagrecimento é lento mesmo, e perceber que a situação que você pode estar achando muito ruim hoje já foi pior ou poderia estar bem pior caso a decisão de emagrecer e se cuidar não fosse tomada.

Pretendo planejar para o dia seguinte os lanchinhos para comer durant eo intervalo de trabalho, não esquecer de anotar a quantidade de água e fazer substituições mais inteligentes. E prometo não esquecer de todo o propósito do blog. 🙂

Fim do dia posto o cardápio.

Bjos

Ju Bittar

março 26, 2011

Mea culpa

Nesses dias em que a ansiedade é grande e a comilança maior ainda, minha grande companhia tem sido a culpa e angústia. Culpa por não estar lidando tão bem com as mudanças como eu gostaria, culpa por não estar cuidando bem como eu acho que deveria, culpa por não conseguir dar a atenção que eu deveria das às pessoas que eu tanto amo.

Tenho sido bastante injusta comigo muitas vezes, não me dando o direito de sentir algumas coisas e reagir a elas de uma forma mais saudável, mais producente. Entre os momentos de angústia, a vontade de procurar algum culpado para todas as coisas que estão acontecendo também é latente.

Inspirada pela “Vida Simples”, vou propor um desafio aqui no Blog;

Quais das suas culpas você assumiria?

As minhas:

Linda, assumo que o pão com mortadela (mesmo a mortadela frita no café da manhã), o bolo de chocolate, a linguiça apimentada, nada disso é culpa sua. Culpa minha que não tenho ousado resistir a essas coisas em um momento em que só quero conforto e sensação de aconchego.

Linda, não assumo a culpa por ter que ficar sem você durante 5 (CINCO!) dias da semana. A culpa é toda sua e eu morro de orgulho de você.

Assumo minha culpa sobre a minha insatisfação diante do meu peso e aparência. Sei exatamente o que devo fazer e sou bem cabeça dura e capaz de não ouvir as opiniões alheias e seguir meu próprio nariz em busca de um sonho como esse.

Assumo a culpa por deixar que a loucura alheia me afetasse. Assumo a responsabilidade e sim, vou aguentar as consequências das minhas decisões. Só eu sei o que estava na balança  quando as tomei.

E você, qual a culpa do dia?

Bjos,

Ju

PS: Ah,falando em jogar a culpa no outro, ler as culpas alheias é revigorante! 😉

http://vidasimples.abril.com.br/edicoes/103/grandes_temas/mea-culpa-620000.shtml?282918_comentarios.shtml

%d blogueiros gostam disto: